Mensagens

Daquelas séries #12 - O SEXO E A CIDADE

Imagem
Desta vez não venho aqui dizer que esta série é a sétima maravilha do mundo... Vocês sabem. Se não sabem bem que podem ir já atirar-se da ponte... Isso ou começar a ver ONTEM!!!
Venho aqui só para dizer que sonho em ter amigas assim, tão open mind e tão no judgment... Mas não tenho. Acho que é só por não viver em NY...

Se tal como eu, não tiverem com quem partilhar este assunto tabu, vejam, vão sentir-se enturmadas!





Coisas do mundo #22 - Lições covidianas

Imagem
Ouço muitas pessoas dizerem que isto do Covid as veio mudar no sentido de que deixaram de fazer grandes planos. Eu não sei viver sem planos. Normalmente não sei viver sem planear férias, ou fins de semana prolongados. Então vejo a coisa de outra maneira, isto veio mostrar-me que devemos agarrar as oportunidades quando surgem. No ano passado fiz 3 viagens, foram as primeiras com um bebé e muitas vezes houve a tentação de cancelar/adiar. A última então, ui... Uma transatlântica de 9 horas, esteve na corda bamba uma série de vezes. Depois deu-me o clique, e lembro-me de dizer ao meu marido: Oh, vamos! No momento temos a oportunidade, temos os três saúde, temos dinheiro, vamos cancelar e sabemos lá o futuro..." E ainda bem! Se a tivesse adiado para este ano vejam bem o arrependimento.
Portanto isto só me veio mostrar que devemos aproveitar o que temos e o que podemos naquela janela de oportunidade. O fazer planos continua, devemos é ter sempre plano B. Ainda tenho esperança de fazer…

Coisas do Mundo #21 - Abaixo o instagram

Imagem
Sabem se existe alguma pesquisa relacionada com a diminuição da nossa auto-estima e o instagram? Devia existir... Tudo a propósito e nada a ver: Conhecem as Kardashian? Seguir o instagram delas é uma espécie de castigo/auto-flagelo na medida em que, até em casa e de pijama as senhoras têm melhor ar do que nós quando colocamos a carne toda no assador para ir a um casamento... E mesmo no reality-show delas começa a ser raro raro raro apanhar uma cara lavada. O que sucede? A netflix comprou as primeiras temporadas do show, que eu já tinha assistido na época e voltei a rever. Já não me lembrava mas de facto elas não eram nada assim, aliás acredito que mesmo hoje elas não são nada assim. São pessoas normais e cheias de defeitos estéticos. Ok, podem até ter corrigido alguns com o passar dos anos mas se tivermos em conta que são imagens com 15 anos, sabemos que aquele frescor de juventude não se consegue substituir. Isto para dizer o quê? Que o instagram delas, como tantos outros de famosos…

Coisas do mundo # 20 - O tabu da doença mental

Imagem
Durante muito tempo nunca "entendi" pessoas que faziam imensas depressões sem uma motivação escancarada que trouxesse à mistura desgraças, divórcios, falências... Não percebia porque é que pessoas que têm tudo para serem felizes simplesmente não o são.
Depois fui mãe, e como já falei aqui no blogue, passei pelo babyblues, em que basicamente tudo me corria bem e às vezes me sentia triste e com uma vontade inexplicável de chorar. Aí senti aquele xeque-mate de que o meu cérebro não estava a funcionar bem. Porque é isso mesmo, o cérebro é como qualquer outro órgão e pode precisar de ajuda farmacológica. Porque muito embora se romantize que levamos as pessoas no coração e o coração é o pai dos sentimentos, não é nada, o cérebro é que é. É lá que está tudo e se ficarmos com amnésia deixamos instantaneamente de gostar ou amar quem quer que seja que o nosso cérebro simplesmente não reconhece. E se o cérebro não estiver bem podemos perder a nossa coerência, a nossa capacidade de rac…

Maternidade # 32 - Aquela pedra que uma pessoa atira e depois lhe cai na cabeça

Imagem
Há uns bons anos (nem casada estava) lembro-me, de a par do meu marido, ter ficado perplexa quando um primo dele, com uma criança de 1 ano comentou que à noite vestia o pijama ao miúdo e o enfiava no automóvel para o ir adormecer. Até era mais rápido nos paralelos. E que às vezes durante a noite ele acordava e só voltava a sossegar se fosse para a sala ver o Panda. Viemos embora e comentamos entre nós que ele não devia habituar o puto a essas coisas... Sabem como é, pessoal sem a mínima noção (nós), com uma ideia formatada do que "deve ser" e zero traquejo do que realmente é, ou se consegue que seja. Vamos lá, ninguém sabe o que é realmente a privação do sono e do descanso até passar por elas...
Ontem, após 15 dias com a minha filha sempre a lutar contra o sono para adormecer, nunca antes das 23:00, e no dia anterior especificamente depois das 24:00, com falta daquele sossego de fim de dia e de manhãs sem birras por estar ainda cheia de sono, tomei a decisão e pelas 21:30, …

Dieta # 5 - O gatilho para o sucesso de emagrecer

Há imensos livros motivacionais para as pessoas perderem peso... Pensamentos, mantras, coisas para as quais devemos virar a nossa atenção quando estamos prestes a cair em tentação. Vou explicar o meu:

EU (às compras no continente): Apetecia-me tanto levar aquelas Ruffles presunto!
Vozinha do objetivo de perda de peso: Olha a dieta!
EU: Nesse dia cortava noutras coisas porque o que conta é o balanço de calorias ingeridas vs gastas!
VOPP: Não consegues, já te vês à rasca para manter uma ingestão diária baixa, vais comer algo nutricionalmente pobre que te vai logo roubar imensas calorias daquele dia e não vai causar grande saciedade. Esquece.
EU: Mas era só uma vez.
VOPP: Queres ter um verão como o do ano passado? Em que te custava levantar da espreguiçadeira para ir ao mar por achares que toda a gente ia reparar que a baleia azul tinha dado à costa? Queres ter que vestir a t-shirt para te sentires à vontade sentada a brincar com a tua filha? Queres ter fotos em família fantásticas, onde…

Maternidade # 31 - TEM QUE SE FALAR MAIS do Baby-blues

Imagem
Acho que se devia falar mais do baby-blues.
Não sabia o que era até me acontecer, e olhem que li muita coisa quando estava grávida sobre o que seria a maternidade e os seus percalços. Mas quando, uns 3 dias depois de dar à luz me deparei com uma vontade sem sentido de chorar, fiquei preocupada. E já nem falo na vontade de chorar por tudo e por nada, essa ao menos tinha um gatilho, era por algum comentário ou alguma conversa mais acesa com o marido... Mas aquilo era diferente. Era mesmo aquele choro incontrolável que me assolava muitas vezes ao olhar para a minha filha. E juro que não percebia... Eu sentia-me feliz! O parto tinha corrido bem, tinha nos braços uma bebé saudável. O pós parto estava a ser fisicamente fácil... Porque é que às vezes olhava a minha bebé e as lágrimas escorriam sem qualquer motivo cara abaixo?! Comecei a ficar preocupada e a googlar logo "depressão pós parto"... Pensei para mim "querem ver que isto é a tal depressão pós parto?". Nunca tin…