Mensagens

O crush e o beijo roubado, que não foi.

Imagem
Pois é, voltamos a confinar e uma vez mais por aqui a banda toca noutro ritmo, a indústria não pára, e com muitas baixas o ritmo de trabalho só aumenta... Então basicamente continuo no mesmo mood de casa/trabalho/casa com idas apenas ao super mercado e sem tempo nem disposição para mais nada. Eu sei que não estão a ler isto para saber feedbacks da pandemia, para isso basta ver tv, abrir as redes sociais, mas precisava fazer o enquadramento, deslarguem-me. Acontece que na empresa onde trabalho tem havido muita gente a faltar e esta semana ficamos especialmente muito reduzidos. Eu sei eu sei, igual ao resto do mundo. Que sucede então? Nosso amigo crush apanhou um rescaldo num olho (para quem não sabe é uma limalha metálica que lá foi parar). É algo que acontece pouco mas acontece, e quando acontece tem que se chamar à sala de enfermagem a pessoa indicada (não temos enfermeiro ou médico), para ajudar a lavar o olho com água corrente esperando-se que saia, e depois colocar umas gotas a ver

Novela do Crush

Imagem
Pronto, não resisto a seguir à novela... Nem sabia bem se havia de apelidar de crush, mas pronto, está está. Então, a Sandra acabou tudo. Como sabem ele acha que ela toma a pílula, ela não o faz, mesmo sabendo que ele não quer filhos. Sucede que em conversa ela disparou que a pílula não é 100% eficaz e podia acontecer, ao que ele taxativamente disse que se acontecesse esperaria que ela abortasse. Ficou ofendida. Ele foi frontal, disse que gostava dela, estava a dar uma oportunidade à relação a pedido dela, mas não achava que ela era a mulher da sua vida, não estava apaixonado... Não sabia se isso existia sequer, e portanto a menos que um dia aparecesse quem lhe virasse a cabeça não se via a constituir família. Pranto... Nariz vermelho... Colega a dar na cabeça "eu disse-te que ele parecia estar a fazer um favor..." Eu, na minha vidinha como quem nem ouve, sou interpelada: SANDRA: "O que achas Diana?" EU: "De quê?" (LOL tipo distraída) S: "De ele não g

Amor e sexo #10 e #11 - O que podia ser o pai dos meus filhos, e o que é...

Imagem
Pronto, os dois últimos da lista. Não, nenhum tem cachinhos, o Marco Paulo é mesmo pela mítica letra: "Eu tenho dois amores..." Ehehehe. Depois das asneiradas anteriores deixei-me acalmar um bocado... Mas passados uns meses conheci um rapaz que jogava à bola com primos meus. Mostrou-se interessado. Uma vez mais, eu sei que já cansa, mas, alto, atlético, moreno same old, same old . Começamos a sair mas sem alaridos. Um gajo ótimo em todos os sentidos. Caliente  entre lençóis ahah que foleira , boa pessoa, fixe, divertido, culto... Portanto o gajo para casar e ter filhos. E juro que achei que tinha encontrado a metade. E ele também. Ele queria assumir tudo logo. Por ele, andávamos há 15 dias e já me queria apresentar aos pais, levar a casa, etc. etc. etc. Eu quis ir mais devagar. Não tinha dúvidas que ele era o tal. Mas para quê a pressa? Era bom aquela coisa de estarmos em grupo sem saberem que andávamos... Achei sempre excitante aproveitar bem todos os frutos de todas as fase

O crush e o subconsciente

Imagem
Já sabem que a cena do crush passou, certo? Eu também sei, o meu subconsciente pelo que parece é que ainda não sabe... Daí que sonhei com ele. Não vou contar o sonho porque ia soar bastante ridícula mas foi assim a atirar para o 50 sombras de Grey estão a ver?! Sem chibatadas mas ali com muito atiranço contra a parede e muita mão no pescoço! (WTF?!) Coisa que não percebo já que não sou nada fã desta vertente mocinha submissa/gajo dominador. Mas já vos disse que tele tem ares de bruto e mão de quem pega bem... Então certamente foi isso. Acordei em sobressalto, fui beber um copinho de água, e como ainda eram 5 da manhã liguei a minha amiga Nat Geo. Não resultou, vou então à amiga da onça, apelidada de rede social, e adivinhem quem criou um grupo no whatsApp de colegas de trabalho e me adicionou? Ele... às 4h da manhã?! Se acreditasse no cosmos ligava ao professor Mambu. Agora, se o cosmos estiver alinhado com a Ursa Maior a Sandra deve engravidar no Reveillon !

Volteeei!

Voltei galeeeeeera, voltei!!! Se não tiverem tik tok isto não vai soar como deve ser, se tiverem, já devem ter ouvido esta dobragem em português do Brasil e sabem que soa fixe! Pois é, têm sido dias cheios, mas tudo com saúde lá por casa, que é o que de mais importa.  Em relação ao crush: tan tan tan tan , passou! A sério, passou graças a Deus Nosso Senhor e às 45845 velas que acendi mentalmente. Claro que continuo a achar um gato... Mas sabem aquela falta de ar misturada com taquicardia? Não tenho mais. E descobri isso in loco  em mais uma saída que tivemos de fazer a trabalho, desta vez para uma formação fora por causa da adoção do plano de contingência Covid. Eramos 10... Fomos em carros da empresa, eu deixei nas mãos do Senhor. (Credo de repente pareço pastora da IURD hoje...) Mas foi tal e qual. Não escolhi carro nem tentei fugir, mas calhamos no mesmo, ele à frente a conduzir e eu atrás, debaixo de uma mirada constante pelo retrovisor que só me fazia pensar que ainda nos enfardáv

UPDATE ESQUENTANDO!

Imagem
Tinha um monte enorme de coisas para vos contar acerca do crush e de mais uma saída em trabalho que tive que fazer com ele... Mas de momento vou só, como se diz aqui na minha terra "largar a bomba e fugir": A Sandra diz-lhe que toma a pílula, mas não toma. Estão na idade. If you know what i mean . Prometo colocar convosco o tricô em dia, vai dar uma boa mantinha para os dias que se avizinham.

Amor e sexo #8 e #9 - Aquele que me deixa uma certa vergonha alheia (por ser como era, e por o ter traído...)

Imagem
E pronto, chegou a altura de falar do namoro que me dá vergonha. Que agradeço aos céus ter sido do conhecimento de apenas 2 ou 3 pessoas do meu círculo social, que logo viram que não era sério e não tinha pernas para andar, embora eu na altura, completamente fora de contexto, achasse que sim. Conhecia-o de vista, e vocês se calhar também, é jogador de futebol profissional. Era da terrinha... Meteu conversa comigo pelo facebook. Não era um gajo lindo, mas era interessante e com um corpo definido. E ainda estou para perceber bem como, se calhar por aparecer na tv não sei, mas achava que gostava dele e lá começamos a namorar. Era altura de férias, treinava de manhã e passávamos a tarde juntos, e embora fosse na cama tenho a dizer que ele não era lá muito fogoso, não sei explicar... Para homem tinha menos apetite que aquilo a que eu estava habituada. Mas o sexo era bom! Quando saíamos à noite, ou íamos ao cinema ou íamos ao cinema, e ele depois ou me deixava para ir para a tasca com os ami