Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2019

Maternidade #20 - Quando o que nos une deveria ser maior que o que nos separa

Imagem
Já tive oportunidade de falar com a J. depois dos festejos de Natal. E i know it, i'veen been there.
Ter um bebé de poucos meses nos festejos de Natal tem um lado bom, muita gente em vez de nos ir chatear a casa, sabe que vai poder "visitar" a criança nos ajuntamentos daquele dia, duma vez despachamos um monte de tios e primos. Mas tudo o resto é mau… É ver a criança habituada ao sossego de casa, andar de colo em colo entre gritinhos e abanões. Óbvio que ou temos ali um ser de outro mundo ou vai haver choradeira, sonos sem sucesso e leite parcialmente bebido… Mas fazer o quê? Benvinda à vida em sociedade bebé. Para o ano há mais.
Claro que a J. não se conforma. Está pelos cabelos… O pós parto não tem sido fácil. Sente que o N. se esquiva o mais que pode a tratar da bebé. Que mal chega a casa do trabalho tenta logo ter que sair... Depois está com uma implicância preferida pelos sogros, que pelos visto se abancam lá em casa todos os sábados à tarde. Eu tento ser racional, …

Maternidade #19 - Complexo de édipo (?!)

Imagem
Quanto a vocês não sei, mas eu já perdi a conta às vezes que me falaram que as meninas são mais ligadas ao pai e os meninos mais ligados à mãe. Tenho uma irmã que de facto confirma essa teoria, um irmão que confirma essa teoria, mas eu, por exemplo desconfirmo essa teoria. E se pensarmos nas pessoas que nos rodeiam, há quem confirme e há quem não confirme. Portanto, o sr. Freud foi fantástico, mas como toda a mente brilhante, teve muitas teorias ao lado... E esta é uma delas. A teoria já foi analisava um sem número de vezes ao longo dos anos e de facto não se pode provar com bases científicas que seja mesmo uma tendência, não é. Os estudos nem sequer concluem que exista uma probabilidade maior de isso acontecer... Não há. É aquele tipo de coisa que tanto pode acontecer como não acontecer, 50/50. Portanto vamos lá deixar de perpetuar ideias ultrapassadas. P.S.: Confesso que só me interessei por isso por ter uma menina. Então querem ver que ando aqui a drenar toda a minha dedicação par…

Maternidade #18 - Nóias das recém-mamãs

Imagem
Digam-me que eu não sou a única que acha exagerado cuidar em casa de um bebé de 3 meses, de máscara porque se tem a garganta inflamada. E posso falar com conhecimento de causa porque já cuidei da minha filha estando eu constipada e ela era bem bebé... Se fosse um recém nascido, ou o bebé tivesse alguma condicionante de saúde,  vá lá ainda compreenderia, agora de um bebé de 3 meses saudável acho que roça a paranoia… Ok, boas práticas de não andar a dar beijos ao bebé, de lavar as mãos mais vezes, de não tossir para cima, nem perdigotar a criança são senso comum, agora meter uma máscara?... Tive que me conter para não desatar a rir em plena mesa de jantar de Natal. Ai as nóias das amigas recém mamãs estão ao rubro!... Nem sei como me consegui conter, mas segurei-me, continuei a comer e não teci qualquer comentário. O pós-parto deixa-nos mesmo um bocado tolinhas, é facto. E os maridos, claro, estão a aprender bem, entram na onda, e assim mesmo é que tem que ser, nada de comprar brigas t…

Coisas do mundo #10 - A sério que ainda se furam orelhas a bebés?!

Imagem
Como já devem ter reparado, a pergunta título é sarcástica. Eu sei que ainda se furam orelhas a bebés. Tenho pessoas próximas com bebés que o fizeram recentemente… O que dizer sobre isto? Na antiguidade (ok, até à minha geração pelo menos) furava-se as orelhas às meninas para poderem ser identificadas como meninas. Porque vocês sabem, é extremamente chato termos uns meses e o pessoal nos chamar meninos… Sabem que isso dá cabo da autoestima de qualquer bebé que ainda não sabe que é ela que vê ao espelho mas com certeza se ofende por ser chamada de menino. Há limites para tudo nesta vida, e os bebés podem levar com os nossos perdigotos sem se queixar, mas mixórdia de sexos é que nem pensar! Hoje em dia as primarks e Modalfas desta vida vieram ajudar (com as suas roupas psicadélicas e cheias de glitter ao alcance de todos) a que só mesmo os mais distraídos troquem o sexo das criancinhas. Mas, porque há sempre pessoal míope, pessoal que não dormiu tudo e pessoal que não toma a medicação …

Maternidade #17 - Maternidade sem filtros

Imagem
Quando estava grávida lia bastante sobre a gravidez e maternidade. Tinha um grande receio de me acontecer o que é natural e acontece com muitas mães, de não ter aquela ligação imediata com o bebé. Li muitos relatos de pessoas que foram vendo o amor crescer mas não criaram empatia logo ali no nascimento. A primeira vez que olhei para a minha filha, por acaso, passei a acreditar no amor à primeira vista e assimilei que o eixo sob o qual o meu mundo girava tinha mudado para o meu exterior, mas estava preparada (acho) e informada para se isso não acontecesse encarar com alguma naturalidade e dar tempo ao tempo. Nestas minhas longas pesquisas noites de insónia dentro deparei-me com algumas mães, creio que são exceção, que se diziam mesmo arrependidas de ter tido filhos… De entre elas houve uma que me ficou na memória pelo seu relato bastante cru da maternidade. Hoje sem querer fui ter a uma série de crónicas escritas por ela, onde consta a tal que li na altura. Não me identifico com o sen…

Futilidades #2 - Empregada de limpeza

Imagem
E chegar à quarta feira a casa e ter tudo limpinho e cheiroso? Não há dinheiro que pague… Contratar uma empregada de limpeza foi até ver das melhores decisões de 2019. Só por causa das coisas até já comprei um miminho para o Natal da D. Maria.

Maternidade #16 - Matrescência

Imagem
Sabem quando leem um texto e no final pensam: "Porra! É que é mesmo isto!"? Pois é, com este artigo da visão foi assim.
Artigo VISÃO