Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2020

Dieta #3 - Comecei!!!

Imagem
Para mim, o dia mais difícil da dieta é o primeiro, o começar!!! Adio, adio, adio... Mas eis que ontem, pumbas, aconteceu! Entrei na cama e pensei, hoje fiz dieta. Hoje não passei das 1000kcal e portanto está dado o mote! De manhã acordei com aquela sensação agridoce do "estômago colado às costas"... Coisa que já não acontecia há uns 4 anos, e soube-me bem!!! Agora é manter o foco. Primeiro objetivo, perder 5 kg até 29 de fevereiro! E vamos lá ver se consigo resistir a pesagens até lá!

Dieta #2 - É agora.

Imagem
Vocês sabem que eu antes de ter a minha filha já estava com uns kilos a mais. Na gravidez ganhei pouca coisa (11), e 2 ou 3 meses depois tinha perdido 13. Mas entretanto já peso mais 5kg que o que pesava antes de engravidar. Ou seja, a coisa está uma bola de neve... Desde que "parei de crescer" que ando a braços com a balança. Ora engordo como uma tola, ora entro em dieta e perco 20 kg. Já passei por 3 grandes perdas de peso e acabo por recuperar porque volto aos maus hábitos. Mas uma pessoa chega a uma idade e repensa muito as coisas, e eu já mentalizei que tenho que mudar hábitos. E nem vou falar de sedentarismo, porque não tenho vontade nenhuma de abanar esta xixa em lado nenhum... Primeiro vamos aos hábitos alimentares, uma facada de cada vez. Na verdade tenho 10 kg para perder urgentemente, sendo que 5 são mesmo emergentes. Depois tenho outros 13 mas já só para chegar a um peso mais ideal, tem mais tempo. Ainda pensei no nutricionista, mas já conheço o filme, e já sei …

Futilidades #3 - Facebook ou assbook?

Imagem
Ora vamos lá ver uma coisa. Eu considero-me uma pessoa liberal, sem grandes conservadorismos. Não me espantam mini-saias, nem decotes, nem roupas arrojadas, nem fotos de biquini... Percebo a parte comercial da exibição especialmente para quem vive disso. Percebo que a Rita Pereira lucra em publicar fotos do derrière no insta porque isso publicita a imagem, que no caso é o ganha-pão da moça. Percebo que o pessoal vá sair à noite e queira colocar a carne toda no assador, só porque se sente bem, só porque anda à caça, só porque se quer sentir apreciada, e só porque sim. E percebo que exista quem no dia a dia simplesmente escolha aquele estilo que faz lembrar as galas de domingo das Casas dos Segredos. Não podemos ter todos bom gosto. Nos meus primórdios facebookianos era mais pita e postava muita selfie e posava mais para a foto. E percebo que nos nossos 20's sejamos assim... Porque sabemos que hoje em dia a adolescência parece que chega quase a essa idade, e uma pessoa precisa de s…

Coisas do mundo #12 - A Casa Real Inglesa

Imagem
Não posso negar que cada vez que ouço e leio sobre a monarquia me dá um nózinho no estômago. Sou muito republicana! A ideia de haver alguém com poder governativo que não lhe é concedido pelo povo e sim por ter nascido numa família, não me cabe na cabeça. E se já não cabia na cabeça de quem lutava pela república há uma catrefada de anos atrás, não concebo que nos possa caber na cabeça nos dias de hoje. Ok, as Famílias Reais existem, fazem parte do nosso imaginário relacionado com tudo o que é história de encantar e até aí tudo bem. Que os reis sejam chefes de estado como em Espanha e em Inglaterra, não. Claro que, se os súbditos dos senhores não se importam o suficiente para pôr termo a isso, quem sou eu para me dar às dores?! Mas que é patético, é.
Independentemente disso tudo, não há como fugir à novela "Meghan, Harry e Archie a caminho do Canadá." Então é assim, não sei se tem a ver com timming mas na altura das polémicas William e Kate, vivi muito mais aquilo... Nos dias…

Maternidade #23 - Vocês também já enjoam da conversa das recém-mamãs?

Imagem
Então é assim, tenho um grupo WhatsApp de amigas, todas recém mamãs, exceto eu que já sou mamã há mais de ano. E já não posso com os temas. O L. mexe muito na cama. Acorda de noite. Faz nhi e nhe. Já pega na girafa Sofia. Já consegue treinar a motricidade fina. Já grita. Embora só tenha 3 meses já lhe leio a Capuchinho porque lhe faz bem. Já dorme. Hoje comeu muito… A J. só come. Só dorme. Hoje não dormiu. Só quer a mãe. Fez cocó até à testa. Foi à vacina. Fez febre. Dei Ben-u-ron. Engordou. E é isto o dia todo, desde há 3 meses… Tive que desativar as notificações.
Eu ACHO que não era assim. Eu não era mesmo assim. Conversava com uma amiga com filho da mesma idade e eventualmente comentávamos alguma coisa (mais de aflições) e de resto continuávamos a falar das trivialidades de onde íamos passar o fim de semana grande… Eu já parei para refletir, tipo, será que era assim e não me lembro? Não era… Não tão chata.
Mas então é isto? Durante sabe-se lá quanto tempo as conversas com as amiga…

Daquelas séries (novela) #9 - Eramos seis

Imagem
Sou uma grande noveleira! Desde que me conheço por gente que sou adepta de novelas. Mas atenção, novelas brasileiras, de preferência com selo GLOBO. Nós em Portugal somos bons em muita coisa, temos melhorado, mas em novelas temos muito que lhe dar. A começar pelas produções, em que a tv brasileira é tipo Ferrari e a Portuguesa ainda um Fiat. Nem vou referir o leque de atores se não acho que teria ser algo como a comparação do carbono da grafite e do diamante... Com a chegada da maternidade e das Netflixes e HBO's desta vida, o tempo escasseia e vejo cada vez menos novelas é verdade, mas tento sempre acompanhar uma, nem que seja para fazer uso das não sei quantas horas de gravações da minha box. 99% das vezes opto por novelas de época, sou fã e gosto da nostalgia de acompanhar estilos de vida e modas do passado. Comecei há pouco tempo a ver ERAMOS SEIS, um remake de uma novela que se ambienta nos anos 20 e vai acompanhar a evolução de uma família por 30 anos. Glória Pires como pro…

Maternidade #22 - O cérebro após ser mãe...

Imagem
Há dias vi um documentário (Odisseia? Nat. Geo? Discovery? História?), já o apanhei a meio, mas analisava o cérebro de umas quantas mulheres, antes de engravidarem, na gravidez, pouco tempo após serem mães, e alguns anos depois de serem mães. E o cérebro muda, é facto sabido. E embora alguns anos depois melhore qualquer coisa, não volta ao que era, e aí reside o problema. Eu já tinha reparado na gravidez que estava mais esquecida e que praticava mais atos falhos. Depois o bebé nasce e nós viramos aquelas máquinas cronometradas de tudo, tipo super-poderes.  Desenvolvemos uma parte do nosso cérebro de tal modo que nada relacionado com o bebé nos falha. Podemos não saber que dia é hoje (se 14 se 13) mas sabemos que dia 21 temos consulta marcada no pediatra às 16:00. Sabemos a que horas e quantos ml de leite a criancinha bebeu. A cor do body que tem vestido. E por aí vai... Mas falando por mim, em tudo que não se relacione com a minha filha, estou muito mais distraída e esquecida… Mas pi…

Coisas do mundo #11 - Mulheres.

Imagem
Num mundo idílico, uma mulher casada, com filhos, traída e trocada por outra, deixa o marido ir embora sem alaridos, alinha numa guarda partilhada, não tece comentários sobre a madrasta amante, e vivem felizes para sempre porque o que conta é o bem estar das criancinhas.
Na vida real, a mulher casada, com filhos, traída e trocada por outra, sente-se um lixo, uma boa merda. Compara-se inferiorizando-se à outra. Tem medo de deixar que semana sim/semana não quem educa os filhos seja uma estranha desmancha-lares qualquer. Fica completamente sem rumo...
Quando vemos cair por terra o projeto de uma vida, ainda por cima com filhos à mistura, perdemos o chão. Perdemos a noção… Fazemos asneira, viramos beatas, mentirosas e maldizentes. Damos de beber à dor e regamos sentimentos nefastos como a inveja e o recalque. E como para todas as desgraças na vida, queremos é arranjar e infernizar a vida do bode expiatório (que se colocou a jeito diga-se).
Tenhamos um pouco mais de empatia com estas pess…

Maternidade #21 - Hiperparentalidade

Imagem
Li algures o termo hiperparentalidade, e nem precisei ir ao google para saber imediatamente do que se trata. Quão revelador isto é?
Tive o primeiro contacto com esta coisa da hiperparentalidade há coisa de 3 anos, quando uma amiga me falou que ia inscrever o filho na pré-escola e que andava em visitas para perceber qual a melhor. Espera lá, mas as pessoas não colocam os filhos na pré-escola do local onde residem? Não necessariamente. Há que perceber como é a educadora, as instalações, que método seguem, que atividades extra horário têm… Na minha ignorância achei que se escolhia pela preferência de localização e que de resto era tudo a mesma coisa. Vê-se mesmo que naquela altura ter filhos era um projeto um tanto distante. Hoje todos os dias me deparo com hiperparentalidade. Comigo mesma quando desligo a tv porque ninguém está a prestar atenção e não quero que a minha filha se habitue demasiado. Quando vou ao supermercado e reparo nos rótulos para escolher o iogurte com menos açúcar. …